17 de abr de 2016

Parece que vai ter golpe

A gente fala que tá ferindo a democracia, mas não explica o que isso quer dizer.
Quer dizer que, depois desse circo de horrores, está aberta a possibilidade de desrespeitar o voto popular e tomar o poder por outros meios.
Nenhum lado, a partir de agora, pode acreditar nas regras do jogo - o embate passa para outros meios.
O congresso nacional é uma vergonha - poucos parlamentares se salvam.
Quem apoiou isso aí, a esta altura, caiu na real? É bem provável que em breve tenhamos Temer como presidente e Cunha na primeira posição da linha sucessória.
Estamos no mesmo barco - somos todos iguais, braços dados ou não. Espero que esse barco vá bem, mas acho que isso ficou muito mais difícil a partir de agora.
Como costuma dizer um amigo: a conferir.

8 de abr de 2016

Insônia diletante

Clareando em Brasília. Minha mãe disse uma vez que vivo minha insônia "por puro diletantismo". É, provavelmente, o adjetivo mais sofisticado que minha insônia vai ganhar na vida.
Tem dias que eu simplesmente não consigo. O trabalho indo por água abaixo, a namorada quer discutir o relacionamento, minhas pequenas coisas... E, em cima de tudo isso, ainda tem a direita tentando dar um golpe de estado.
Como é que dorme?