28 de mai de 2014

Umas cervejinhas...

Retornei uma ligação que Mariazinha tinha me feito mais cedo, sem saber do que se tratava, e, após os cumprimentos habituais, veio a pergunta.

- Ó... Você não quer umas cervejinhas, não?
- Hã?

Foi meio inesperado, a primeira impressão foi que tinha sido um jeito estranho de chamar para tomar uma, mas logo associei com a festa de Maurício que havia acontecido esse sábado, e da qual, pelo que me lembro (saí no lixo) sobrou um bocado de cerveja, realmente. E como a referência de cachaceiro soy yo...

- Sobrou da festa de Maurício e você não tá sabendo o que fazer com elas, né, tia?
- É.
- Quero, sim! Valeu.
- Mas não é só isso, não. Tenho que tirar da geladeira de minha mãe, que ela chega de viagem amanhã. Vai ficar feio sua vó chegar e achar a geladeira dela cheia de cerveja, né?
- Ah, claro! Hehe... Passo para buscar hoje à noite!

(Entendi...)

2 comentários:

Leila disse...

Ô......rsrsrsrs...algum motivo havia de ter...mas... cerveja pra nós!!!!
Beijos!!!

bel disse...

Ei! vc manda atualizaçoes por e-mail?