28 de mai de 2014

O dia mágico.

Eu adio a curtição - boa parte dela -, para aquele dia mágico no futuro, quando todos os meus problemas estarão resolvidos.
Estava algo animado, atualmente, com a casa nova. Pensando que o dia em que eu me mudasse, e ajeitasse a casa direitinho, poderia ser esse dia prometido.
Estou fazendo planos de devolver os livros que nunca devolvi, aproveitando a reorganização da mudança. Doar metade do meu armário, jogar uns bons quilos de papéis velhos fora, me desfazer dessa cadeira velha do computador, que me dá dores nas costas, comprar um liquidificador novo e decente, uma mesa de sinuca, estabelecer um dia na semana para a turma (ou o que for possível recompor da velha turma) ir jogar um sinuca lá em casa, comprar uma rede para a varanda, um par de cachorros, levar a TV para a assistência, comprar um som decente, ver todo mundo que eu há muito estou querendo ver.
Mas estive pensando que meu eldorado não está assim tão próximo. Enquanto eu não me formar, meu tempo continua apertado, e a melhora da qualidade de vida fica em compasso de espera.
E depois de me formar, ao bem da verdade, vou querer melhorar no emprego ou de emprego.
O certo é parar de adiar.

4 comentários:

Rina disse...

Eu, que tenho muito menos tempo livre que você, vou te dar o melhor conselho q poderia: faça uma coisa de cada vez...
Um dia é a televisão, outro dia a mesa de sinuca, outro do liquidificador...rs
E não esquece de me convidar p dia da turma! :)

d1T0 disse...

sempre é tarde.

Isabela disse...

Joga esse dia pra cima! Melhor é agora que é noite, porque dá pra fazer farra!

maria. disse...

pô!
quero um dia desses também!

vende no mercado livre?

=]